Social Good Brasil: Encontro reúne participantes da primeira edição do LAB

No último fim de semana os participantes do Social Good Brasil Lab de Florianópolis, mais conhecidos por nós como Labbers Floripa, participaram do encontro #sejoga.

Com apoio dos especialistas em Design Thinking da IntoActions Reinhold Steinbeck e Edgar Stuber, os Labbers conheceram mais sobre a metodologia, que prega a cultura de colaboração, empatia, ideias e protótipos. Em 3 dias, inúmeras atividades foram realizadas com o propósito de repensar o problema social escolhido, a importância da colaboração e de prototipar o que tem em mente antes de colocar a ideia nas ruas.

“Esse encontro abriu minha mente para o processo como um todo. O mais legal foi aprender o ‘desapego’. Tem que prototipar muito e descobri que falhar faz parte. Já tive contato com a metodologia mas não tinha experimentado e vivenciado na prática”, contou Alanna Souza, que está no time da Larissa Kroeff no Lab. As duas empreendedoras se uniram à amiga Natália Borges para colocar em prática o desenvolvimento de eventos mais sustentáveis para gerar menos resíduos sólidos.

fotossilvia

O labber José Mário veio de Ipojuca, Pernambuco, para o encontro. Ele não conhecia o termo empatia. “Depois desse encontro percebi que tenho que me colocar mais no sapato dos outros para perceber o que não foi dito”.

Já Maçan Guedes acredita que o projeto ficou mais real. “A gente achava que o aplicativo estava pronto para ir ao mercado mas faltava detalhes que fomos percebendo ao prototipar as primeiras versões”.

No final do terceiro dia, Carolina Guesser  declarou que a humanidade não está perdida.“Fiquei impressionada com a generosidade das pessoas aqui dentro, hoje eu saio daqui pensando como eu posso usar a minha expertise para o bem mundial”.

Foi incrível e só temos a agradecer a todos os nossos parceiros, principalmente ao Edgar e ao Reinhold! Conheça os Labbers de Floripa neste post.

Veja outras fotos do encontro! :D

Por Ana Paula Santos, Social Good Brasil

photo5

dinamica-balao

carlo manfroi